O COSMOS É UM IMENSO QUEBRA-CABEÇA

O Cosmos é um imenso quebra-cabeça.

Por Nilton T.  

É formado por um número infinito de peças que, em algum ponto, se encaixam. Cada peça, ou seja, cada um de nós, tem seu lugar nesse imenso quebra-cabeça.

Num jogo desse tipo não existem peças mais importantes que outras; uma peça, por mais insignificante que possa parecer, se faltar, o quebra-cabeça não estará completo.

Então, olhemos ao redor. Onde tal pessoa se encaixa? Tentamos encaixá-la como se ela fosse nós, ou seja, conforme os nossos padrões. Mas cada pessoa é bem diferente das outras. Às vezes intuímos que se encaixa perto da nossa peça porque as afinidades são muitas; outras vezes achamos que ela não pertence ao jogo, pois as peças, aparentemente, não se encaixam uma com a outra. Mas ela pertence: todas as peças pertencem ao jogo: apenas não sabemos o seu lugar, pois o quebra-cabeça, como dissemos, tem tamanho infinito.

Onde é o nosso lugar neste jogo? Passamos, frequentemente, grande parte da vida procurando-o. Onde nos encaixamos?

Quando encontramos o nosso lugar é uma alegria sem fim. Vemos, então, que fazemos parte do Universo; que não estamos sozinhos aqui na Terra. A paz, a tranquilidade, a harmonia, a liberdade começam a fluir de nossos corações.

Portanto, saber o nosso lugar no jogo é possível, pois esta descoberta vem do nosso interior. Mas saber o lugar dos outros, raramente é possível. Deixemos, pois, que cada um encontre o seu lugar e comemoremos quando encontramos o nosso. Este é a maior façanha que podemos alcançar enquanto passamos aqui pela Terra.

Aqui, na Terra, somos quantos? Uns 8 bilhões? Então vemos que essas 8 bilhões de pessoas pertencem ao jogo. Onde se encaixam? Eu não sei, mas sei que todas elas são importantes pois, se uma ficar de fora, o jogo estará incompleto.

Mas não é só isso. Temos os demais seres vivos: a própria Terra, os reinos vegetal, animal e mineral. Eles também pertencem ao jogo. Onde se encaixam? Você já pensou nisso?

Mas o jogo não se limita à Terra. Ele abarca o Universo infinito. Outros povos, outras civilizações de outras galáxias, povos que não conhecemos. Muitos desses povos habitam galáxias distantes, muito longe, pois o Universo é infinito. Existem os que já fizeram a passagem, cujo número superaria os 8 bilhões que temos aqui. Todos esses fazem parte do jogo; existem infinitas peças, pois o jogo é de grandeza infinita, mas é perfeito. Não é fácil ver essa perfeição, mas se acreditarmos nela, ela começa a se mostrar no nosso dia-a-dia.

Dizem que quando uma borboleta bate suas asas na China, essa vibração influencia o mundo inteiro. Do mesmo modo, as nossas ações, os nossos pensamentos influenciam o mundo inteiro. Ações, pensamentos, são energia. Tudo que existe é manifestação da energia. "Se você quiser descobrir os segredos do Universo, pense em termos de energia, frequência e vibração", ensinou-nos Nikola Tesla.

Assim, quando a borboleta bate as asas na China, não influencia somente o mundo todo; influencia todo o Universo. Da mesma maneira as nossas ações, os nossos pensamentos, influenciam todo o Universo. Somos poderosos, não?

Daí vemos o seguinte: podemos pensar o quebra-cabeça como algo linear, onde existem peças próximas às nossas e peças distantes. Mas, em termos energéticos, essa linearidade desaparece. Na verdade, todas as peças estão em conexão energética. O que eu penso aqui, agora, influencia pessoas na China e vice-versa. Ou melhor dizendo: influencia todo o Universo. A distância deixa de existir. A distância só existe na linearidade. Se eu penso AMOR, isso se propaga a todo o Universo, aumentando a frequência do Amor Universal.

Isto porque somos o Universo.

Bacana, não? Tudo isso veio de uma conversa que tive, dia destes, com minha Fonte interior.                                                                                                                                                                                                                       

                                                                                                                     13.10.2016